Brasil

[Brasil][bsummary]

Mundo

[Mundo][bigposts]

Política

[Política][twocolumns]

Julio Cesar critica decisão da justiça em suspender decreto que autoriza a retomada de atividades no DF


O deputado federal, Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF), mostrou sua indignação perante ações da justiça que suspendem o decreto Nº 40.939/20 do GDF que autoriza o funcionamento de setores como o de salões de beleza e academias esportivas na cidade. 

“O governador Ibaneis Rocha, vem desempenhando um trabalho de excelência em relação às medidas para contenção da Covid-19. Mesmo assim, a justiça insiste em interromper o desenvolvimento econômico da cidade causando prejuízos aos empresários, que há uma semana vêm se preparando para a reabertura do comércio”, declarou o parlamentar durante a sessão realizada na Câmara dos Deputados na tarde desta quarta-feira.

Hoje os empresários da cidade foram surpreendidos por uma decisão da justiça impetrada pelo advogado e ex-candidato ao Senado pelo PSol Marivaldo Pereira, o jornalista Hélio Doyle, o cientista político Leandro Couto e o integrante do Conselho de Saúde Rubens Bias Pinto, pedindo a suspensão do decreto assinado por Ibaneis. 

Julio associou ainda a decisão aos partidos esquerdistas. “Nota-se que Brasília está preparada para a retomada de suas atividades, mas a esquerda insiste em interromper o crescimento do nosso país”, afirmou.

O decreto liberava a reabertura gradual das atividades no Distrito Federal. Todos os setores seguiriam os protocolos de higiene e saúde recomendados pelas áreas específicas e pela Saúde em função da pandemia causada pelo coronavírus (Covid-19).

--

​Fonte: Ascom Dep. Julio Cesar

Nenhum comentário:

Postar um comentário